Publicado por: Alba Bloechliger | 17/08/2009

A igreja “universal” e a igreja “local”

Até uma leitura leve do Novo Testamento mostra diversas aplicações da palavra “igreja”. “…edificarei a minha igreja…”, “…o deu à igreja, a qual é o seu corpo…”, “…a ele seja a glória, na igreja…”–todos esses exemplos, obviamente, estão se referindo à única igreja universal (Mateus 16:18; Efésios 1:22-23; 3:21).

Mas outras referências: “…dize-o à igreja…”, “…promovendo_lhes, em cada igreja, a eleição de presbíteros…” e “…não fique sobrecarregada a igreja…”–claramente se referem à igreja local ou organizada, das quais existem muitas (Mateus 18:17; Atos 14:23; 1 Timóteo 5:16).

Evidentemente não é tão óbvio, portanto, que as diferenças entre esses dois sentidos são mais do que apenas tamanho e números. Estude as diferenças citadas abaixo. Quando você conseguir compreender o significado de tudo isso (veja as conclusões citadas depois das listas), você mesmo vai conseguir acrescentar outros “pontos” às listas.

A Igreja “Universal”:
Um relacionamento dos santos com Deus 

Existe tanto no céu como na terra (Efésios 3:15)

O Senhor acrescenta “membros” (Atos 2:47)

Ingresso através do batismo (1 Coríntios 12:13)

Todos os santos estão nela (Gálatas 3:27)

Somente os salvos (2 Timóteo 2:19)

Um só pastor/mestre (Mateus 23:8)

Descrita como “assembléia” figuradamente (Hebreus 12:22-23)

Satanás não prevalece contra ela (Mateus 16:18)

A Igreja “Local”:
Um relacionamento de santos com santos

Terrestre, limitada (Filipenses 1:1)

Nós nos juntamos a ela (Atos 9:26)

Ingresso/participação através da aceitação de outros santos (3 João 10)

Alguns determinados santos estão nela (1 Coríntios 1:2)

Algumas pessoas que não são “dos nossos” estão nela (1 João 2:19)

Pastores humanos estão aqui (1 Pedro 5:2)

Reúne-se literalmente (1 Coríntios 14:23)

Satanás pode e, às vezes, consegue prevalecer contra ela (Apocalipse 2:5)

A igreja “universal” é um relacionamento de indivíduos com Deus que vem em primeiro lugar e existe enquanto alguns indivíduos andam na verdade (3 João 3-4), apesar dos atos e das palavras de homens.

A igreja “local” é um laço adicional, de santos com santos, que fazemos pela vontade de Deus para que possamos funcionar como uma unidade organizada (ou seja, funcionar coletivamente) para cumprir o divino propósito dele.

-por Robert F. Turner

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: