Publicado por: Alba Bloechliger | 02/08/2010

Predestinação

“Fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as cousas conforme o conselho da sua vontade” (Efésios 1:11). A controvertida palavra proorizo é consistentemente dada como “predestinado” ou “preordenado.” Pro significa “de antemão”; horizo, de onde vem horizonte, significa “lançar uma fronteira, marcar definitivamente, determinar.” O Novo Testamento ensina que Deus decidiu alguma coisa de antemão sobre 1. sua sabedoria ou plano para salvar o homem por Cristo (1 Coríntios 2:7); 2. os acontecimentos da morte de Cristo (Atos 4:28); e 3. aqueles que seriam salvos (Romanos 8:29-30; Efésios 1:5,11).
   
Isto significa que o futuro está fixado? O homem tem livre arbítrio? Deus tem perfeito conhecimento prévio. A tensão resulta da tentativa equilibrar o propósito predeterminado e o conhecimento prévio de Deus com a resposta do homem a Deus. “O que dizem as Escrituras” (Romanos 4:3) com respeito às facetas da predestinação relatadas?
   
O homem tem livre arbítrio. Ele tem poder para escolher. Ele é posto em pé, com capacidade para escolher entre o bem e o mal, a vida ou a morte, para buscar a Deus, para querer, para vir à luz, para buscar a imortalidade, para perguntar, para buscar e bater, e para encontrar e entrar no caminho estreito que conduz à vida (Eclesiastes 7:29; Isaías 7:16; Deuteronômio 30:15; Jeremias 29:13; João 7:17; 3:21; Romanos 2:7; Mateus 7:7-8,13-14). Alguns dizem: “Não posso evitá-lo; é assim que Deus me fez. Não posso fazer nada com isso.” Mas o homem pode assumir plena responsabilidade por sua vida (2 Coríntios 5:10).

Deus nunca revogou o livre arbítrio do homem, fazendo dele um pião cósmico. Faraó pecou endurecendo seu próprio coração (Êxodo 9:34; 8:15). Deus deu a Faraó oportunidades para crer, mas sabia que ele decidiria ser teimoso (7:14). O mesmo sol que derrete a cera, endurece a argila. Desde que Deus apresentou a Faraó estas circunstâncias sabendo que ele lhes resistiria, é dito que Deus endureceu o coração dele (4:21; 7:3; 9:12; 10:27; 11:10; 14:8). Assim, Deus predeterminou que ele seria glorificado pela resistência dos egípcios (6:7; 9:16; 11:9; 14:17-18). A providência de Deus pode usar as livres escolhas dos homens maus para cumprir seu propósito (Jeremias 21:1-14; 25:4-14; Isaías 10:5-7, 15; Habacuque 1:6, 12). Se o homem não obedece, não é porque foi predestinado para que não possa obedecer. É porque ele não obedece (João 5:40; 3:19-20).

Deus deseja que todos sejam salvos (1 Timóteo 5:24). Ele não quer que ninguém seja perdido, pois não se deleita na morte dos ímpios (2 Pedro 3:9; Ezequiel 18:32). Não sendo parcial nem arbitrário, ele ama todos os homens igualmente (Atos 10:34; Romanos 2:11; 5:8; João 3:16). Jesus morreu por todos, pois o evangelho é para todos (Hebreus 2:9; 1 João 2:2).
   
Assim, Deus não poderia ter tirado nomes de um chapéu antes da fundação do mundo e feito arbitrariamente uma lista dos que iriam para o céu ou o inferno. Seja em que lista que você estivesse, você não poderia fazer nada sobre isso??? Não, pois Deus é bom e justo (Deuteronômio 32:4)!
   
Deus sabe todas as coisas. Nada é oculto de seu infinito entendimento (Hebreus 4:13; Salmo 147:5). Sendo onisciente, ele sabe o fim desde o começo e pode, sem errar, predizer o futuro (Isaías 46:10; 41:23). Exatamente como ele faz isto está além do nosso conhecimento (Romanos 11:33). Desde que ele habita a eternidade (Isaías 57:15), ele transcende tempo e espaço, não sendo sujeito a suas limitações. Ele não tem futuro nem passado, mas somente um eterno agora, como um infinito EU SOU (Êxodo 3:14). Ele não vê o que consideramos o futuro como uma potencialidade não exercida, mas como realidade efetiva, fixada pelos resultados da livre escolha do homem dentro de seu propósito transcendente. Se você gravasse com uma filmadora de vídeo um jogo de futebol, o que você visse estaria fixado. Mas, gravando-o, você não determina a contagem final. Outros o fariam. Deus, de Seu elevado ponto de observação, vê e opera a história sem interferir com a liberdade do homem ao usá-la.

O perfeito conhecimento prévio de Deus não viola a escolha do homem. Há uma diferença entre saber uma coisa e fazer com que ela aconteça. Eu sei que John F. Kennedy foi morto em 22 de novembro de 1963. Entretanto meu conhecimento não altera um acontecimento passado. O conhecimento de Deus também se estende ao que consideramos o futuro. Ele pode prever um evento sem fazer com que aconteça. Ele chamou Ciro e Josias pelos nomes muitos anos antes deles nascerem e soube exatamente o que eles livremente fariam (Isaías 44:28-45:7; 1 Reis 13:2).

Se Deus experimenta os acontecimentos como o fazemos, então seria impossível predizer sempre acuradamente o futuro. Se há coisas que ele não sabe, então ele as aprenderá e se surpreenderá quando acontecerem, até mesmo no Dia do Julgamento. Se fosse assim, ele não seria imutável e onisciente! Alguns pensam que ele decide não saber algumas coisas. Mas ele teria que primeiro conhecê-las para que pudesse saber que tinha escolhido não conhecê-las (?). Deus, contudo, sabe todas as coisas de sua eterna perspectativa. Ele sabe, desde a fundação do mundo, os nomes dos que não seriam inscritos no livro da vida e, daí, os nomes que serão (Apocalipse 13:8; 17:8).

Deus tem um eterno propósito. Sua determinação eterna é um plano de salvação para o homem (1 Pedro 1:20; 1 Coríntios 2:7; Efésios 1:11). O propósito de Deus para salvar o homem será aceito por aqueles que o amam e obedecem (Romanos 8:28; Atos 10:35). “Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho… e aos que predestinou, a esses também chamou” (Romanos 8:29-30). Ele sabia de antemão que alguns responderiam livremente ao seu gracioso plano. Aqui, o propósito de Deus de redenção é visto como completo, para mostrar a segurança dele. O plano de Deus é dito como sendo cumprido quando o cumprimento ainda é futuro (Gênesis 17:5; Josué 6:2; Atos 18:10). Seu propósito não pode falhar. Os homens podem escolher ser parte dele. Estes são predestinados. Você pode predestinar uma secretária determinando previamente as habilidades exigidas. Aquela que preencher sua especificação foi predestinada! Deus predeterminou que os salvos seriam somente aqueles que escolhem ser “conformes à imagem de seu Filho”. Estes obedecerão ao chamado do evangelho. Esta adoção benevolente de filhos obedientes em Cristo é a predestinação: “.. nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade” (Efésios 1:5). Estejamos encorajados, porque podemos escolher ser uma parte do eterno propósito de Deus.

­por W. Frank Walton

Anúncios

Responses

  1. Se é o Espirito Santo que convence o homem do pecado, da justiça e do juízo, como ele pode ter livre arbítrio para escolher a Deus.
    O homem natural além de n~~ao entender as coisas do Espirito, se a condição dele é morto nos seus delitos e pecados, como escolher se está morto e não entende?!

  2. Graça e Paz do Senhor Jesus.

    Queridos, gostaria de chamar atenão para o livro de ezequiel, capitulo 33. 11- 20 Que diz assim:

    11 Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor Deus, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas sim em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que morrereis, ó casa de Israel?

    12 Portanto tu, filho do homem, dize aos filhos do teu povo: A justiça do justo não o livrará no dia da sua transgressão; e, quanto à impiedade do ímpio, por ela não cairá ele no dia em que se converter da sua impiedade; nem o justo pela justiça poderá viver no dia em que pecar.

    13 Quando eu disser ao justo que certamente viverá, e ele, confiando na sua justiça, praticar iniqüidade, nenhuma das suas obras de justiça será lembrada; mas na sua iniqüidade, que praticou, nessa morrerá.

    14 Demais, quando eu também disser ao ímpio: Certamente morrerás; se ele se converter do seu pecado, e praticar a retidão

    15 se esse ímpio, restituir o penhor, devolver o que ele tinha furtado, e andar nos estatutos da vida, não praticando a iniqüidade, certamente viverá, não morrerá.

    16 Nenhum de todos os seus pecados que cometeu será lembrado contra ele; praticou a retidão e a justiça, certamente viverá.

    17 Todavia, os filhos do teu povo dizem: Não é reto o caminho do Senhor; mas o próprio caminho deles é que não é reto.

    18 Quando o justo se apartar da sua justiça, praticando a iniqüidade, morrerá nela;

    19 e, quando o ímpio se converter da sua impiedade, e praticar a retidão e a justiça, por estas viverá.

    20 Todavia, vós dizeis: Não é reto o caminho do Senhor. Julgar-vos-ei a cada um conforme os seus caminhos, ó casa de Israel.

    ————————————//—————-//—————————————–

    Esta palavra está sendo direcionada ao povo de Israel, que são os eleitos a herdarem o reino dos céus, certo? Porém, como o povo de Israel, “predestinados” a serem salvos pela promessa que Deus fez a Abraão poderiam perder a salvação se confiassem na sua própria justiça, não dando importancia assim, para o pecado? Pois eles estavam predestinados a serem salvos. Da mesma forma, como um ímpio, que estava predestinado a morrer sem a salvação, arrependendo-se do seu pecado, e restituindo tudo aquilo que ele fez de errado às pessoas, poderia ganhar o direito de ser salvo? Pois ele estava predestinado a morrer sem a salvação…

    Quando o Senhor Deus nos diz sobre predestinação, Ele quer dizer que “Todos os homens estão predestinados a serem salvos, por amor do próprio Senhor!”. Uma passagem muito conhecida na Bíblia é a de João 3.16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que entregou seu Filho Unigenito para que TODO AQUELE QUE NELE CRER não pereça, mas tenha a vida eterna.”

    A salvação é para todos, Jesus morreu para dar a todos os homens a vida eterna, porém, o que tira a salvação do homem são as escolhas deles mesmos, o livre arbitrio! A salvação é algo que todos nós recebemos de graça por intermédio de Jesus Cristo. Nós erramos por não saber discernir o corpo de Cristo, por não dar ouvidos à Palavra do Senhor, erramos porque tiramos o fóco, que é Jesus, de nossas vidas.

  3. PREDESTINAÇÃO;

    ALGUÉM TEM DÚVIDA QUE DEUS SABE TUDO? passado, presente e futuro.

    Por esta razão, devemos temê-lo mais ainda e adorar e honrar o seu filho Jesus Cristo que Deus tanto nos ordenou.

    Toda a Bíblia está predestinada a acontecer, OU TEM ALGO QUE DEUS ESCREVEU QUE NÃO ACONTECERÁ???
    Existem muitas situações de predestinação desde Gênesis até o Apocalipse., ou será que foi surpresa pra Deus que Adão e Eva pecassem? Ou não sabia Deus que seu Anjo Lucifer tinha maldade? se responder que não, vamos tiirar a supremacia de Deus QUE SABE DE TODAS AS COISAS.

    Será que escrever o Apocalipse não é pra você um belo exemplo de predestinação do que vai acontecer?
    TEMA A DEUS- princípio de sabedoria

    Quevedo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: