Publicado por: Alba Bloechliger | 22/08/2009

O Sonho “Diabólico” de Ellen G. White

Ela “conversou” com “Tiago White” depois de morto e repetiu o erro do rei Saul, ouvindo conselhos do inimigo de Deus como se fossem uma mensagem inspirada, vinda através de um defunto. Como não há registro de que tenha se arrependido por isso, não é de se estranhar que para a reunião de 1888 da Conferência Geral, Deus já houvesse escolhido novos mensageiros.

Numa carta enviada a seu filho W. C. White em 12 de setembro de 1881 e arquivada pelo White Estate, Ellen G. White afirma que estivera clamando ao Senhor por alguns dias em busca de luz com respeito a seu dever, logo após a morte de seu marido. Certa noite, teve um sonho espiritualista, cuja origem ela atribuiu a Deus e acreditou que houvesse ocorrido em resposta às suas orações!

Sonhou que estava dirigindo uma carruagem, quando o seu marido, Tiago White, que falecera em 6 de agosto, apareceu-lhe e assentou-se a seu lado. Em lugar de repreender e expulsar de sua mente em nome de Jesus aquele mensageiro do Mal, a irmã White tragicamente saudou-o com alegria, dizendo que estava feliz por tê-lo de seu lado mais uma vez, embora soubesse que não poderia tratar-se de seu marido.

Que coisa terrível, irmão! Na carta ao filho, ela confessa que teria dito: “Papai”, — era assim que tratava seu esposo — “teria o Senhor me ouvido e deixado que voltasse para junto de mim para que continuemos nosso trabalho juntos?”  Então, aquela assombração diabólica teria olhado muito triste para ela e dito que “Deus sabia o quer era melhor para os dois”! Em seguida, pôs-se a aconselhá-la, como fez com o rei Saul, quando este consultou a médium de En-Dor.

O Diabo disfarçado de Tiago White disse a nossa pobre irmã que ela e o marido não deveriam ter se doado tanto à causa de Deus, que eles haviam se desgastado fisicamente a troco de nada, que os esforços deles não eram reconhecidos, que suas motivações eram sempre mal interpretadas, que ambos deveriam ter deixado outros fazerem o trabalho…

E então, sugere que ela a partir dali não deveria mais se envolver com tantas reuniões importantes, como fizera no passado, que recusasse os convites para pregações e que descansasse, livre de cuidados e preocupações. Que quando tivesse vontade e forças, escrevesse, porque poderia fazer muito mais pela pena do que pela voz.

Em seguida, conforme o relato da própria irmã White, olhou para ela de um jeito especial, carinhoso, como Tiago White fazia enquanto vivia, e perguntou: “Você vai fazer o que estou lhe pedindo, Ellen? Não irá negligenciar todos esses cuidados? Deus sabe de tudo, mas esse pessoal da igreja nunca irá reconhecer nossos sacrifícios. Lamento ter-me envolvido tanto, com prejuízo para a nossa saúde… Deus não queria que fizéssemos tudo que fizemos sozinhos. Devíamos ter ido para a Costa do Pacífico e ter ficado apenas escrevendo. Temos tanta coisa importante para dizer… Você vai fazer o que estou lhe dizendo, Ellen?” 

A Sra. White caiu em si e percebeu que era Satanás quem falava com ela? Não. Pelo contrário, a mensageira do Senhor deixou-se enganar por seus sentimentos de desamparo e saudade por causa da viuvez (provavelmente) e acabou por fazer um pacto com aquele que a enganava, apresentando-se como seu marido morto! “Bem, Tiago, agora você vai estar sempre comigo e trabalharemos juntos de novo…”

Era o que o diabo queria ouvir! “Sabe, Ellen, eu permaneci muito tempo aqui em Battle Creek. Deveria ter ido lá para a Califórnia, mas eu quis ajudar no trabalho e nas instituições aqui de Battle Creek. Cometi um erro… E você, Ellen, você tem o coração macio e será inclinada a repetir os mesmos erros que eu fiz. Não faça isso! Sua vida deve ser usada na causa de Deus…”

A irmã White acordou, disse que o sonho lhe parecera muito real e que, por causa dele, não sentia obrigação alguma de ir até Battle Creek. Acreditou que esse sonho, nitidamente diabólico, fosse uma mensagem divina em resposta às suas orações e entendeu-o como uma proibição de participar da reunião da Conferência Geral. 

Ouviu a voz de Satanás e pensou que fosse a de Deus, embora as Escrituras afirmem:

“O homem ou mulher que sejam necromantes ou sejam feiticeiros serão mortos; serão apedrejados; o seu sangue cairá sobre eles.” Levítico 20:27.

“Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, os lança de diante de ti. Perfeito serás para com o SENHOR, teu Deus. Deuteronômio 18:10-13.

“Para aquele que está entre os vivos há esperança; porque mais vale um cão vivo do que um leão morto. Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento. Amor, ódio e inveja para eles já pereceram; para sempre não têm eles parte em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.” Eclesiastes 9:4-6.

“Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos? À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva.” — Isaías 8:1920.

Se aquela a quem chamamos “Mensageira do Senhor” foi incapaz de resistir nessa ocasião a uma aparição satânica, o que dizer de nós, que negligenciamos o estudo da Bíblia e não buscamos contínua comunhão com o Céu, através da oração?! Quem acompanha criticamente a programação da tevê, percebe que, especialmente através das novelas da Rede Globo, nós e nossosa filhos estamos sendo predispostos mentalmente a conviver com aparições de mortos-vivos num futuro muito próximo.

Essa grave falha da Sra. White, ao atribuir a Deus, mesmo depois de acordada, um sonho de evidente natureza satânica, em lugar de desacreditá-la como porta-voz de mensagens celestiais para o povo de Deus em diferentes ocasiões, pode ajudar-nos também a compreender um pouco melhor a natureza da inspiração divina dos profetas:

  1. O profeta não é uma espécie de fax, com conexão exclusiva e contínua a Deus, para receber unicamente Suas mensagens, o tempo todo. O profeta também emite mensagens contendo suas próprias opiniões e que, como nesse caso, podem até incluir heresias. Por isso, toda mensagem supostamente de origem divina deve ser provada pela Bíblia.
  2. O profeta não é infalível. Está sujeito às tentações de Satanás e pode eventualmente cometer erros, mas isso não invalida seu ministério. O apóstolo Pedro chegou a ser chamado de Satanás por Nosso Senhor Jesus Cristo, mas nem por isso deixamos de ler os conselhos inspirados de suas epístolas. 
  3. Não existem profetas 24 horas! A inspiração profética é momentânea, ocorrendo durante períodos escolhidos soberanamente por Deus, quando este necessita repassar uma mensagem específica ao povo. Nas horas restantes do dia, o profeta permanece apenas como um ser humano normal, sujeito a seus próprios pensamentos.
  4. O Diabo tenta interferir na transmissão de mensagens divinas para o profeta. Quando não consegue bloquear o contato, afastando profeta de Deus, pode tentar confundir o mensageiro com sonhos e visões mentirosas. 

Retornando ao caso específico do sonho diabólico de Ellen G. White, o episódio serve como reforço às mensagens inspiradas que ela própria transmitira, quanto às futuras simulações demoníacas de nossos entes queridos:

“Os santos precisam alcançar completa compreensão da verdade presente, a qual serão obrigados a sustentar pelas Escrituras. Precisam compreender o estado dos mortos; pois os espíritos de demônios lhes aparecerão, pretendendo ser amigos e parentes amados, os quais lhes declararão que o sábado foi mudado, bem como outras doutrinas não escriturísticas.” Primeiros Escritos, pág. 87.

“Os apóstolos, conforme personificam esses espíritos de mentira, são apresentados contradizendo o que escreveram, sob a inspiração do Espírito Santo, quando estavam na Terra. Negam a origem divina da Escritura Sagrada.” O Grande Conflito, pág. 557.

“Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma e a santidade do domingo – Satanás há de enredar o povo em suas malhas. Enquanto o primeiro lança o fundamento do espiritismo, o último cria um laço de simpatia com Roma. O Grande Conflito, pág. 588.”

“Não é difícil para os anjos maus representar tanto os santos como os pecadores que morreram, e tornar essas representações visíveis aos olhos humanos. Essas manifestações serão mais freqüentes e aparecerão desenvolvimentos de caráter mais sensacional à medida que nos aproximarmos do fim do tempo.” Evangelismo, pág. 604.

“É o mais fascinante e bem-sucedido engano de Satanás – com a intenção de atrair as simpatias daqueles que depositaram seus entes queridos na sepultura. Anjos maus vêm na forma desses entes queridos, relatam incidentes relacionados com sua vida e efetuam atos que eles realizaram enquanto viviam. Desse modo, levam as pessoas a crer que seus amigos falecidos são anjos que pairam sobre essas pessoas e se comunicam com elas. Esses anjos maus, que aparentam ser os amigos falecidos, são encarados com certa idolatria e, para muitos, suas palavras têm mais valor do que a Palavra de Deus. The Signs of the Times, 26 de agosto de 1889.

Ele [Satanás] tem poder para fazer surgir perante os homens a aparência de seus amigos falecidos. A contrafação é perfeita; a expressão familiar, as palavras, o tom da voz, são reproduzidos com maravilhosa exatidão. … Muitos serão defrontados por espíritos de demônios personificando parentes ou amigos queridos, e declarando as mais perigosas heresias. Estes visitantes apelarão para os nossos mais ternos sentimentos de simpatia, efetuando prodígios para apoiarem suas pretensões. O Grande Conflito, págs. 552 e 560.

Satanás Personifica a Cristo

“O inimigo está-se preparando para enganar o mundo inteiro por seu poder operador de milagres. Ele pretenderá personificar os anjos de luz, personificar a Jesus Cristo.” Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 96.

“Se os homens são tão facilmente transviados agora, como subsistirão eles quando Satanás personificar a Cristo, e operar milagres? Quem ficará inabalado então por suas deturpações – professar ser Cristo quando é apenas Satanás assumindo a pessoa de Cristo, e operando aparentemente as obras do próprio Cristo?” Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 394. — Eventos Finais, págs. 156-157, 161-162 (versão digital).

-por Robson Ramos

 

Anúncios

Responses

  1. Alba eu já sonhei com meu falecido pai varias vezes e sinto como se ele estivesse ao meu lado o que tem de diabólico nisso ?? diabolico é o que voçe esta fazendo julgando uma pessoa que teve varias (visões) não sonhos que se comprovaram então a diabolica é voçe – não julgueis para não serdes julgados

  2. Quanta idiotice nesse título maldoso e tendencioso, ora, qual o problema de sonhar com alguém que já morreu? Ainda mais quando esse alguém é uma pessoa tão próxima. Eu mesmo já sonhei várias vezes com parentes e amigos que já morreram, e não considero de modo algum esses sonhos diabólicos, mas quando há a má intenção das pessoas, no caso a dona deste site, de denegrir a imagem de alguém, por falta de argumentos apela para este tipo de absurdo

  3. Fico pasmado com tantas ignorâncias e maldades, de pessoas que se julgam de Deus , e falam coisas fora do contexto, sem ao menos se preocuparem com o nono mandamento da lei de Deus, que diz: Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.Isto é o cúmulo da ignorância pra não dizer da burrice.

  4. Todos nós estamos doentes pelo pecado e precisamos de um lugar para esta cura: a igreja. O médico é Cristo e Ele tem o bálsamo reservado para cada um.

    A falta deste conhecimento entre o povo de Deus é um dos grandes motivos que contribuem para a depreciação de Seu caráter entre os não crentes. Criticam a igreja por nesta haver pessoas indignas, que não estão ali para louvar a Deus. Esquecem que é bíblico o fato de haver entre o povo de Deus o joio (cf. Mateus 13:1-30) e assim caem na cilada de apenas enxergar os defeitos das pessoas. Deve-se perguntar a eles qual o jardim mais bonito que já viram. Comente sobre os belos e numerosos tipos de flores. Então, indague a essa pessoa se seria sábio destruir o jardim inteiro ou fazer um julgamento severo dele por causa das ervas daninhas. Certamente a resposta será não. O mesmo se dá em relação à igreja…

    Devemos ver a igreja com outros olhos. Precisamos entender que apesar dos defeitos, ela continua sendo a noiva, a esposa de Cristo (cf. II Coríntios 11:2; Apocalipse 21:9, etc). Se ferirmos a noiva, estaremos fazendo o mesmo com o noivo.

    Queremos nos unir a você no preparo para a volta de Jesus. Está aproximando-se o dia de glória. Enquanto o Senhor não chega, sigamos o conselho bíblico:

    “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima”. (Hebreus 10:25)
    Pra quer ler a bíblia toda cm vc aconselha e no final não entender nada? a bíblia não é um livro de leitura e sim um livro de estudos, já tentei duas vezes ler a bíblia inteira e nã consegui, quero estudar versículos por vesículos e isso levará anos.

  5. Sr° Alba só em vc não segui nem uma denominação já está errada, onde vc tirou as ideias que estão escritas nesse seu artigo? isso nunca foi fato verídico, os adv, são totalmente contra a prática de falar com “espirito de mortos”!

  6. por favor gostaria de saber qual é a fonte desse sonho, onde esta escrito, minha mae é adventista e eu gostaria deajudar ela abrir os olhos.

  7. Já sabia dessa história da senhora White, que se enquadra exatamente no que segue: “Faça o que digo, mas não faça ou que faço”. Tal frase é típica dos fariseus, que, para manter as aparências, colocavam fardos pesados nas costas dos outros, porém, nem com um dedinho queriam movê-los.

  8. Oi,adorei seu blog,muito interesante,não tenho religião definida,mas acredito muito,em DEUS,JESUS,BIBLIA,ESPIRITO SANTO,Leio a biblia quase todos os dias,mas houve um tempo q eu não estava nem ai,super afastada da pressença d Deus,mas eu ia na igreja acreditando q algum milagre ou sinal eu encontraria la,mas não acontecia nunca,eu ja estava cansada,as coisas s tornavam bem pior p mim..Minha vida era pura aflição e angustia,havia problemas por todos os lados em minha vida,meu pai era um alcóolatra. um certo dia antes do natal decidi ir passar c meu pai,p cuidar um pouco dele,pois o alcool,estava o destruindo cada vez mais,eu chorava escondida por não poder nada fazer,então coincidentemente,minhas outras 2 irmãs também apareceram por la,parecia q estavamos prevendo o mal,pq chegamos c muita tristeza,e ele como sempre não parava d beber em um buteco perto d casa,uma das minhas irmãs até chegou beber umas cervejas c ele,foi quando o chamei p almoçar,então ele começou a chamar um monte d bebado d bar p ir almoçar,meu marido não gostou e disse q os outros não comeriam na nossa mesa,então começou uma forte discussão entre eu meu marido,minhas 2 irmãs e meu pai,foi então q eu disse a ele,olha pai,nunca mais vc vai m ver na sua vida,peguei minhas irmãs e fomos embora p minha casa em são paulo,e meu ex cunhado e meu marido foram d moto,então quando eu e minhas 2 irmãs chegamos em casa,abri a porta sentamos na sala,quando olhamos p o rack,tinha um rato d pé paralisado olhando fixamente p nós,gritamos muito e ele nem s movia,ai meu marido chegou e espantou o d la a base d paulada,passou se 1 semana ,minhas irmãs foram embora p o interior,meu marido estava perturbado,pois depois disso s envolveu c drogas,e eu era pura tristeza,puro sofrimento,c meu pai alcoolatra e meu marido drogado,foi então q um certo dia,deitada em minha cama pensando na minha vida,oq eu faria,p sair dessa situação,derepente eu vi minha avó paterna q ja faleceu a anos,sentada na ponta dos pés da minha cama chorando,tipo tentando m falar algo,m pedindo p ajudar mas não falava,só chorava muito c semblante d muita trizteza mesmo,então senti uma forte tristeza na hora,um aperto invandiu meu peito e ja fiquei preocupada c meu pai,mas depois m veio na cabeça as duras palavras q ele disse p mim e minhas irmãs e nem m preocupei mais,apenas continuei sofrendo sozinha.
    Passa-se 3 dias,minha ex madrasta m liga dizendo q meu pai tava em coma internado,pq no dia seguinte q minha avó paterna apareceu p mim,meu pai saiu d um bar altas horas da noite muito louco,quando viu alguns caras pedindo carona na estrada,então ele parou e deu a carona,ai quando chegou num certo ponto,os 4 desceram d carro e fizeram meu pai descer também,então eles o jogaram no chão e começaram a espanca-lo,inclusive usando um martelo q estava no próprio carro dele p bater muito nele,então o roubaram e sumiram,2 dias depois a policia o achou jogado no meio d um mato,mas ja era tarde,ele estava muito debilitado,todo estourado,ficou em coma 2 semanas e faleceu,eu e minha irmã viajavamos todo dia p ve-lo no hospital,mas ele morreu,e até hoje não consigo m perdoar por dizer a ele q ele nunca mais vc vai m ver na sua vida,sinto q isso q eu disse foi uma maldição e contribui p ele s afundar mais,ou talvez s eu tivesse m preocupado mais c ele quando tive a visão d minha vó eu poderia ter ido até la e sei la quem sabe eu teria internado mesmo a força ou ajudado mais ele..
    sei q na biblia dizem q estes espiritos são o demonio,mas s no meu caso era mesmo o demonio,pq ele apreceu chorando p mim?e pq m alertaria da morte do meu própio pai?

  9. Acredito que a senhora Alba deveria verificar melhor o conteúdo do que divulga em seu blog o texto não é convincente, antes parece ser escrito por fanáticos com uso de textos soltos a fim de atacar a senhora White.

  10. É impossível sonhar com um ente falecido? qualquer pessoa interpreta um texto branco como texto preto com facilidade desde que le seja conveniente. não lembro de ter lido que ela esteve consultando os mortos, então o texto bíblico usado no artigo acima fica muito vago. é muito fácil atacar aqueles que pregam ou pregaram verdades que vão de encontro a nossa própria natureza, assim nos acusando. do mesmo jeito que os fariseus acusaram Jesus que pregou o que lhes feriram o ego.

  11. David,
    Atendendo seu pedido, comunique-se com:
    http://www.whiteestate.org/
    Destinatário: W. C. White (Manuscrito)
    Data: 12 de setembro de 1881

  12. Cara Alba, se possível gostaria que voce me indicasse que livro está escrito que Ellen White conversou com seu marido depois de morto.
    Fiquei curioso com esta notícia, pois pretendo pesquisar este assunto…
    Portanto, se puder me enviar esta fonte, fico muitíssimo agradecido….
    Fique com Deus…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: